RETAS DA ESPERANÇA

O livro é a captura das imagens de tudo aquilo que ocorre a nossa volta em qualquer segmento da Linha do Tempo.
As fantasias de ontem tornam-se realidade hoje e as de hoje realidade amanhã.

Portanto, cada vez que a realidade se alarga é porque um pedacinho de fantasia foi agregado a ela.
Da mesma forma, também da realidade se faz fantasia.

Monteiro Lobato é divino nessa arte. Transporta-nos de um ponto a outro com a maestria do artista.
E faz de um simples sítio, comum dos comuns, o cenário de um Brasil mutante, com suas lendas e seu calvário de insustentações.

A obra de Lobato no infantil romantiza seu pensamento cravado nas outras obras, romances, artigos e ensaios.
Ele se transforma numa Cuca que vem pegar os meninos desavisados e avisa o Brasil que sem sentimento de Pátria o “boi da cara preta vai pegar a criança que tem medo de careta”. Intertexto do fim com o meio, sem que aquele não justifica este.

Eis o Lobato. Ele traz a espada e a língua ferina com propósito de transformação da realidade. E o Brasil de uma perna só, com sonhos de boneca de pano, precisa encontrar seu caminho, sob pena de ficar sem perna.
E este Dia do Livro Infantil, Dia de Monteiro Lobato, é também um momento mágico de reflexão que nos faz transitar do mundo da criança para o mundo dos homens feitos, com nossos sonhos, nosso jeito, as virtudes e defeitos.

Nelson Cunha
Professor de Literatura e Consultor Educacional.

Colégio VanGogh

About Colégio VanGogh

Leave a Reply